Nossa longa trajetória

//Nossa longa trajetória

Nossa longa trajetória

Nosso trabalho nasceu, depois de uma longa trajetória, no universo da prestação de serviços, onde nós, clientes, não somos a estrela da festa! Não somos tratados como deveríamos.

Afinal é o cliente quem paga o salário do funcionário, é quem garante o seu emprego, é quem mantém as portas abertas da empresa.

Ao longo dessa trajetória, nos deparamos com profissionais mal preparados, sem um treinamento adequado, nem tão pouco desenvolvidos; capazes de receber, ouvir e reconhecer as verdadeiras necessidade e expectativas do cliente.

Nessa caminhada nos encontramos cansados e desencantados de nos depararmos, sempre, com os mesmos erros (funcionários mal-humorados, mal-educados, pouco motivados) onde para eles muitas vezes, nos tornamos invisíveis.

Por diversas vezes, chegamos a restaurantes classe ¨A ¨ e o garçom se apressa em tirar o pedido e já vai logo avisando que a cozinha vai fechar … sem se dar conta que é esse cliente que faz com que o pão nosso de cada dia chegue a mesa de sua família…que é ele quem garante o seu aluguel …o seu supermercado … é quem garante a escola dos seus filhos!

Ainda no universo da prestação de serviços, chegamos a outro restaurante e o garçom com uma aparência deixando a desejar, nos traz o cardápio (estava tão suado que ficamos com medo que uma gota caísse sobre nosso prato, quando o mesmo trouxesse nosso pedido).

Agora vamos às compras! Chegamos a uma loja, conhecidíssima, inclusive com várias franquias. A vendedora escorada no balcão e lá ficou (estava num papo animado com a colega). Nenhuma veio ao nosso encontro para nos receber, nem tão pouco para perguntar o que estávamos procurando. Descobrimos que éramos invisíveis para elas!!! Andamos por toda a loja, olhando mercadorias, porque tínhamos a intenção de comprar. Não me contive e fui ao encontro de uma delas e perguntei: aqui é autoatendimento? A vendedora com uma expressão de espanto e ao mesmo tempo de descaso perguntou por que? Claro que depois dessa, viramos as costas e fomos embora perplexas e sem as nossas compras.

Nossa trajetória não parou por aí. Entramos em um café, bastante conhecido e, com um cardápio nada generoso, para o bolso do cliente, e ficamos esperando para sermos atendidos, que nos levassem até a uma mesa. Mas isso não aconteceu!!! Havia três funcionárias sem fazer nada, desocupadas. Depois de esperarmos, aproximadamente dez minutos para sermos atendidas, a funcionária nos traz o cardápio, com a mesa ainda suja, e vai embora. Mais tarde volta e eu pergunto sobre um produto, o qual ela não soube dar nenhuma explicação. Nada mais era que um café coado.

Por isso ou por tudo isso é que resolvemos dar um basta nessa omissão, nesse despreparo e desrespeito com o cliente.

Depois de muito andar nesse universo da prestação de serviços, uma coisa fica clara qualidade de serviços é obrigação e não diferencial. O grande empreendedor e o cliente. Ele é quem traz o crescimento e a rentabilidade para o seu negócio.

Aquele que fechar os olhos e os ouvidos para o cliente está fadado a afundar o seu negócio.

Se você empresário está precisando de um olhar atento e criterioso, entre em contato conosco, porque a Visando Cliente irá até você, para ajudá-lo a ter excelência em atendimento, e consequentemente um melhor desempenho, produtividade, rentabilidade e resultado para a sua empresa.

By | 2018-03-13T22:26:58+00:00 novembro 25th, 2017|Categories: Artigo|Tags: , |0 Comments

Leave A Comment